agata-arvore
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

8 motivos para praticar projeção astral

Motivos para praticar projeção astral são inúmeros mas nesse artigos vamos refletir sobre os 8 principais para você praticar projeção astral consciente.

Provavelmente a projeção astral te despertou alguma curiosidade, mas talvez esteja se perguntando, por que estudar e treinar projeção astral se estou levando minha vida e está tudo bem? Essa é uma dúvida válida, pois nosso tempo aqui na Terra é precioso, por isso decidi listar os oito principais motivos para se fazer viagens astrais conscientes.

Só é preciso ter em mente que a projeção astral é algo comum, não é sobrenatural ou religiosa, nem algo para se ter medo ou ficar assustado. Digo isso, pois, para alguns a questão não é se vale investir tempo e esforço, mas sim superar medos, receios e preconceitos sobre a técnica.

Mas garanto, que a partir do momento que conseguimos separar os fenômenos extrafísicos da religião, tudo fica mais fácil de ser entendido. Enquanto ficamos no sobrenatural, no místico, gera medo e angústia, nos afastando dessa incrível oportunidade de ampliar nossa visão da realidade.

MOTIVO 1 – SABER DE ONDE VIM E PARA ONDE VOU

A projeção astral nos ajuda a responder duas perguntas fundamentais: De onde vim? Para onde vou? Essas perguntas existem no inconsciente da humanidade desde sempre, porque percebemos durante a vida que pessoas nascem e morrem, e principalmente quando ocorre com alguém próximo a nós, nos perguntamos o porquê disso acontecer.

Por que essa pessoa, que tinha uma personalidade, uma vida, família, morre? Tudo acaba ali naquele momento? Algumas pessoas acreditam que a morte é o fim de tudo e pode ser, mas acredito que dificilmente o universo desperdiçaria tanta energia se não houvesse um propósito maior. Fora que a vida seria extremamente injusta se tudo acabasse no momento da morte.

Sabemos que o corpo físico morre, mas e a consciência? Ela vai para onde? Esses questionamentos, mesmo quando não elaborados na mente racional, moldam muitas das nossas escolhas e ações. Pois, todos nós carregamos essas perguntas no inconsciente e precisamos respondê-las internamente para nos sentirmos em paz.

Chegar às respostas é um processo individual, alguns usam a religião, outros a espiritualidade, outros respondem de uma maneira materialista, só não podemos ignorá-las, não trazê-las para o racional. Elas são questões fundamentais para o ser humano e em uma sociedade saudável buscaríamos respondê-las logo cedo na vida.

Quando digo que responder essas perguntas é fundamental, é porque há tanta barbaridade no planeta Terra, violência, poder, destruição da natureza, ganância desenfreada, em grande parte porque as pessoas não tem ideia do que estão fazendo aqui. A maioria delas age às cegas e totalmente desconectadas do coletivo.

Mas se entendêssemos de verdade, para além do mental, com nosso ser, de onde viemos e para onde vamos, seria muito mais simples saber qual nosso papel agora. Não nos sentiríamos à deriva, desconectados, não faríamos a maior parte das coisas que fazemos de mal para o planeta e para nós mesmos.

A projeção astral consciente traz o benefício de nos levar automaticamente a essas respostas, porque teremos certeza de onde viemos e que vamos para algum lugar depois da morte do corpo físico. Isso de maneira clara, sem intermediários e confusões do ego, porque estamos vendo com nossos próprios olhos.

E uma vez que chegamos às nossas próprias conclusões, sentimos a vida ficar mais leve, nossas atitudes se transformando pouco a pouco e cada vez mais alinhadas com quem realmente somos. Porque já não estamos totalmente perdidos, começamos a entender o sentido dessa vida, tudo o que veio antes e tudo que pode vir depois.

MOTIVO 2 – SUPERAR O MEDO DA MORTE

O segundo benefício da projeção astral consciente é eliminar o principal medo do ser humano, que é o medo da morte. Todos nós, principalmente depois de uma certa idade, desenvolvemos o medo de morrer. Esse medo pode ter várias origens, mas a causa essencial costuma ser o apego ao que temos em nossa vida atual.

Alguns se sentem apegados ao que conquistaram monetariamente, outros aos filhos ou aos projetos inacabados. Somado ao apego, há as dúvidas, se vamos sofrer, se vamos deixar de existir, se nunca mais veremos quem amamos e uma infinidade de outras questões que rondam nossa mente com relação à morte.

Esse medo é tão profundo, mesmo que inconsciente, que causa uma espécie de neurose em nós. Acabamos fazendo escolhas ou tomando caminhos que não são os que tomaríamos se estivéssemos livres desse medo. Por isso pergunto, do fundo do seu coração, como seria sua vida sem o medo da morte? Como seria viver sem ter esse medo?

Talvez seria viver livremente, de modo mais alegre e leve, sabendo que um dia partirá, mas não se sentindo de forma alguma ressentido por isso. Não se sentindo traído pela natureza ou com medo de ser esquecido. Simplesmente estar em paz com os ciclos naturais, sabendo que seu corpo é um veículo físico e sua consciência permanecerá.

Praticando projeção astral consciente o medo da morte desaparece, aliás é um dos primeiros medos a sumir. A partir do momento que nossa consciência se desloca e observa nosso corpo físico deitado na cama, o medo simplesmente acaba. Porque nesse momento temos certeza que não somos o corpo, que somos a consciência que continua pela eternidade.

Entendemos com nosso ser, que nosso corpo físico é só um momento, é um teatro, uma roupagem que a consciência escolhe para ganhar experiência, para viver certas coisas na vida, para ter sensações, nada mais do que isso. Então, esse apego ao corpo desaparece e junto com ele todo sofrimento que traz.

Pois a vida é como uma viagem, se vamos passar vinte dias no Japão, vamos viver as experiências que o país oferece e depois retornaremos ao Brasil. É o mesmo que vivermos aqui na Terra, fazendo o possível para aproveitar a oportunidade dessa viagem e um dia retornarmos para nossa casa astral, livres de apego.

Reitero que enquanto eu falo é teoria, meu convite é para que você pratique e tire a prova, que chegue as próprias conclusões. Não me siga cegamente, o medo da morte não vai desaparecer porque eu estou falando que ela não existe, não, você precisa viver essa experiência, pois o medo só desaparece quando experienciamos por nós mesmos.

Curso de Projeção Astral

MOTIVO 3 – EXPANDIR A CONSCIÊNCIA

O terceiro motivo para sair do corpo é ver a vida com outra perspectiva, podemos usar a expressão, expandir a consciência. Quando consideramos que só existe essa vida, esse corpo físico e que somos esse ego, começamos a ter uma série de apegos, às coisas, às pessoas, porque afinal, acreditamos que isso é tudo que existe.

Assim, sentimos que precisamos agarrar com unhas e dentes o que nos rodeia, nossos filhos, companheiro, títulos, dinheiro, tudo passa a ser uma posse, porque só vemos a realidade tridimensional. Mas praticando a projeção astral consciente, expandimos a consciência, é como se as paredes de um quarto fechado caíssem e então pudéssemos ver a grandeza do mundo à nossa volta.

A partir desse momento naturalmente mudamos nossa vida diária, uma série de apegos, questões, problemas e neuroses vão embora, porque compreendemos que estar aqui é só mais uma vida. Além disso, não levamos nada dessa dimensão, não levamos títulos, dinheiro, casa, nada. A única coisa que permanecerá conosco pela eternidade são as nossas experiências, aquilo que vivemos.

Essa percepção muda como nos portamos com relação ao que é fundamental em nossa vida atual, pois passamos a querer ter mais experiências que sejam agradáveis, enriquecedoras e produtivas. Focamos em como podemos tirar o melhor dessas experiências e do que vivemos, porque afinal esse é o nosso bem mais valioso e o único que vamos levar.

Mas existe um limite do quanto tudo que digo pode ser assimilado em níveis profundos enquanto é só um discurso. Para realmente saber o quanto a consciência pode expandir através da projeção astral, é preciso projetar e assim somar essa experiência aos nossos tesouros verdadeiros. Assim, naturalmente a consciência na terceira dimensão muda, isso eu garanto.

MOTIVO 4 – ENCONTRAR PARENTES DESENCARNADOS

O quarto benefício de praticar projeção astral consciente é encontrar com amigos e parentes que já desencarnaram do planeta Terra, ou seja, que não possuem mais um corpo físico. Se você já teve que se despedir de alguém que amava, sabe o quanto um simples encontro pode ser valioso.

Além disso, esse tipo de encontro nos permite compreender a vida de uma forma mais ampla, pois mesmo quando se sabe ou se segue religiões com base reencarnacionista, é comum não aceitarmos a passagem de alguém e sofrermos muito. Obviamente, não estou negando a falta, a saudade e o luto.

A ausência que fica quando convivemos com alguém que amamos e essa pessoa parte, torna natural que exista o luto e até algum nível de sofrimento. A questão é não sermos dominados pela dor e pelo desespero da passagem, porque sabemos que a pessoa continua existindo e tendo uma vida, só que em outro local.

E como nós também vamos um dia abandonar o corpo físico, é só uma questão de tempo para reencontrarmos as pessoas que amamos e que por ventura partiram antes de nós. Novamente cito o exemplo da viagem, quando alguém que amamos vai morar do outro lado do mundo, temos que entender que ela está vivendo suas experiências, mas cedo ou tarde vamos nos reencontrar.

Praticando projeção astral consciente, temos a possibilidade de reencontrar essas pessoas que amamos antes da nossa partida, um presente incrível por si só. Mas também, o fato de conversar com essas pessoas, ver que a vida delas continua, nos traz uma sensação de leveza e paz em nossa vida que faz toda diferença.

MOTIVO 5 – TRABALHAR PARA A LUZ

O quinto benefício da projeção astral consciente é estudar e trabalhar para luz. Mas o que é isso? Quando começamos a praticar a projeção astral, primeiro vamos sanar várias curiosidades, vamos visitar amigos e parentes desencarnados, conhecer diversos lugares, entender o processo da projeção e de acessar outras dimensões.

Mas em algum momento, seres da luz, mentores, perceberão que estamos desenvolvendo bem essa habilidade e vão começar a solicitar nossa ajuda em serviços no astral. Se aceitamos, passamos a trabalhar para a luz e, por isso, a ser amparados por eles de diversos modos.

Portanto o benefício é duplo, pois além de fazermos verdadeiros amigos no astral, que podem nos apoiar com conselhos, questões materiais, resoluções de problemas, ajudaremos o próximo e automaticamente nos ajudar. A outra possibilidade, que particularmente acho fascinante, é frequentar cursos no astral.

Assim como aqui, no astral também existem escolas, centros de estudo e pesquisa. Há diferenças claro, assim como há entre Maceió e São Paulo, a configuração das cidades são diferentes, mas a ideia central delas é a mesma. Tudo que existe aqui, existe similar no astral.

Então, imagine a possibilidade de mesmo dormindo poder frequentar cursos, ampliar o conhecimento, ter mentores fazendo um trabalho em nossos chakras, poder ajudar outras pessoas, ter amigos espirituais que podem nos amparar. Vejo um benefício inestimável em poder trabalhar para luz, realmente um privilégio.

Quando ajudamos o próximo, ajudamos ainda mais a nós mesmos. É aquela questão fundamental, não existe eu e você, existe Deus, então quando ajudo o próximo, estou ajudando Deus e quando o próximo me ajuda, ele está ajudando Deus também. E o valor disso é maior do que podemos contabilizar.

MOTIVO 6 – FAZER O AUTODESASSÉDIO

Sei que nem todos estão familiarizados com o tema obsessores e encostos, portanto indico que busquem em meu blog o artigo em que desenvolvo essa questão. Para entendermos o autodessédio, o básico que precisamos saber é que todos nós sofremos ataques de seres extrafísicos o tempo todo, seja por vingança ou porque querem roubar nossa energia.

A questão é que estando apenas na terceira dimensão não temos como nos defender, não temos como fazer o autodesassédio. Estamos sempre dependendo de um ser na quarta dimensão que faça intermediação por nós, que tente negociar com esse obsessor para que pare de nos assediar.

Novamente falo, a projeção não faz os obsessores aparecerem, eles já existem, só que não os vemos. Mas uma vez que fazemos a projeção astral consciente, podemos escolher nos comportar como crianças, enfiando a cabeça embaixo do travesseiro e fingindo que nada disso existe ou podemos ser adultos e tentar resolver a situação.

Mas como resolver? Nos projetando conscientemente estaremos na mesma dimensão que o obsessor e poderemos ver e conversar com ele. Então, podemos perguntar o motivo dele estar nos assediando, provavelmente será por algo prejudicial que fizemos, por exemplo, ‘duas vidas atrás você tacou fogo na minha fazenda, eu vou te perseguir até a morte por isso’’.

Nesse caso é conversar, negociar, pedir desculpas sinceras, oferecer ajuda. E há grandes chances que consigamos fazer o autodesassédio. Não tenham medo, inicialmente pode assustar um pouco, mas o que eles podem fazer contra nós, já estão fazendo, ver e conversar não nos coloca em mais perigo, pelo contrário, nos dá autonomia espiritual de resolver as nossas próprias questões.

MOTIVO 7 – SABER QUE TUDO CONTINUA IGUAL

O sétimo motivo para se projetar conscientemente é percebermos que o corpo físico acaba com a morte, mas o ego não. Isso é algo bom porque essa percepção nos dá mais clareza na oportunidade de lidarmos agora com nossas limitações, pois muitas pessoas têm a ilusão de que quando morremos os problemas vão acabar, mas eles não vão.

Quando saímos do corpo físico fica bem claro que tudo continua igual, somos exatamente a mesma pessoa, com os mesmos desafios. E de certo modo, talvez até piores, porque na dimensão astral todos os sentimentos são ampliados. A quarta dimensão é a dimensão do sentir, por isso que estar encarnado é uma benção, pois o corpo físico funciona como um redutor de sentimentos.

Imagine alguém que está na dimensão astral e sente muito ódio, como está vivendo esse sentimento em sua completude, pode ser que chegue ao ponto em que não consegue lidar com ele. Então, os mentores encarnam essa pessoa em um corpo físico para restringir esse ódio a um nível em que ela consiga entender e trabalhar esse sentimento.

O corpo físico reduz a intensidade dos sentimentos mas quando projetamos temos novamente a noção real da profundidade de nossas emoções. Tudo fica mais evidente, nosso nível de consciência, nossos sentimentos, apegos, vícios, manias, o que temos de positivo e negativo, tudo igual, porém ampliado. Mas o que podemos fazer a respeito?

Uma vez que temos consciência do real tamanho dos nossos desafios, e que eles não vão simplesmente evaporar com a morte, começamos a ter mais cuidado aqui na terceira dimensão com o que pensamos e sentimos. Finalmente damos a importância que esse assunto merece, afinal esse é um dos motivos de estarmos aqui na Terra, aprendermos a lidar com nossas emoções.

Quando compreendemos que o que somos aqui será potencializado lá, nos observamos com mais cuidado, nossas raivas, birras, medos, invejas, porque se achamos desafiador lidar com eles agora, imagina depois. Lembrando que o lado positivo também é ampliado, então o que trabalhamos para expandir de bom, vai ser maximizado também, seja nossa capacidade de amar, empatia ou compaixão.

Na minha experiência, percebo que quando estou com raiva de alguém, e como humanos todos passamos por isso, e projeto astralmente, minhas experiências são todas relacionadas com essa raiva. A frequência da raiva que estou sentindo atrai toda gama de experiências dentro desse sentimento, porém a projeção é momentânea, nos dando a oportunidade de lidarmos com essas emoções.

Quando desencarnamos ocorre o mesmo, somos automaticamente atraídos para experiências na mesma frequência em que estamos. Projetando conscientemente ganhamos mais lucidez e experiência nesse tema, desse modo, escolhemos mais sabiamente nossos pensamentos e sentimentos, elevando nossa vibração.

MOTIVO 8 – LIBERAR O INCONSCIENTE

O oitavo e último motivo que irei listar para se fazer a projeção astral consciente é ter contato com nosso inconsciente. Quem faz terapia tem uma noção da importância disso, e quem não faz, aconselho que faça, justamente porque o inconsciente é como um grande depósito, tudo que a mente consciente não quer ou não consegue lidar é guardado lá.

A questão é que o inconsciente é parte da nossa personalidade também, então chega um momento que nem sabemos porque agimos como agimos. E com frequência a explicação está em algo que o inconsciente está lançando e nem percebemos, mas quando projetamos, tudo que está no inconsciente vem à tona.

Por exemplo, alguém com uma questão sexual mal resolvida no inconsciente, quando projetar vai atrair várias experiências relacionadas a sexo. Pode ser que se encontre em locais com pessoas praticando sexo ou que atraia obsessores que usam o sexo para roubar energia dela, ou seja, tudo relacionado ao desequilíbrio existente nesse tema vai brotar.

A quarta dimensão afrouxa o laço inconsciente, por isso que muito do que não temos consciência em nós na terceira dimensão, vem à tona quando projetamos. Os sentimentos também podem estar a nível inconsciente, então podemos ter raiva de alguém e não perceber ou não entender nossa aversão, mas quando projetamos, essa raiva fica clara como o dia, pois ela se tornou consciente.

Quando retornamos para o corpo com essa experiência somos capazes de lidar com ela, porque o único modo de lidar com o inconsciente é trazendo ele à tona. É o que falam de integrar as sombras, pois não podemos curar algo que nem sabemos conscientemente que existe. Nossas sombras são esses “fantasmas”, são as nossas programações inconscientes.

Enraizado em nosso inconsciente está tudo aquilo que reprimimos e escondemos até de nós mesmo, nossos medos, angústias, raivas, relações mal resolvidas, vícios, repetições, manias, traumas. Todas as tendências, padrões repetitivos, autossabotagens, mas podemos resolver tornando consciente, trazendo à tona e buscando entender onde essas programações estão se manifestando.

Desse modo, com amor e acolhimento podemos ir mudando essas programações, escolhendo conscientemente novas formas de agir, porque agora somos capazes disso. Mas só conseguimos chegar nesse nível quando trazemos o que está escondido para a luz, e sim, pode doer, mas, com certeza, também pode curar.

Copyright do texto © 2021 Tibério Z

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas.

ISBN nº 978-65-00-23711-5

Quer receber conteúdos exclusivos?

Preencha seu e-mail abaixo e receba artigos, e-books, datas de lives, novos cursos e muito mais: