o que é ser medium
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

O que é ser medium

O que é ser médium? Te convido a desmistificar esse conceito, saindo da esfera do sobrenatural e indo para a energia, como vem sendo nossa proposta nos diversos temas.

O médium não é um x-men, não é um ser especial, não é o escolhido, simplesmente é uma pessoa que produz uma grande quantidade de ectoplasma em seu sistema energético.

Quando falamos sobre obsessores vimos que para um ser da quarta dimensão se densificar na terceira dimensão ele precisa de ectoplasma, isso também é uma verdade para os seres de luz, para estarem aqui eles também precisam dessa energia. Então, quando produzimos uma maior quantidade de ectoplasma possibilitamos que seres de outras dimensões se conectem a nós.

Mas obviamente há muita diferença entre estar ligado a um obsessor e a um ser de luz. Porém, o que diferencia com quem vamos nos conectar? Se somos médiuns, estamos vibrando em uma frequência baixa e não gastamos o ectoplasma de maneira positiva, ele se acumula, então nos tornamos como um pote de mel para os obsessores, puro açúcar para as moscas.

Os seres na quarta dimensão identificam quando estamos com ectoplasma acumulado e vem sugá-lo, com isso sugam toda nossa energia vital e sem ela não conseguimos realizar nada. Por isso que muitas pessoas falam que o médium que não trabalha começa a ter problemas na vida.

Precisamos entender que a moeda mais valiosa na quarta dimensão é o chi, é a energia, não é dinheiro, ele não tem nenhum valor lá. Mas a energia, todo ser na quarta dimensão precisa dela, assim como nós precisamos de comida. Além disso, o ectoplasma é que densifica os encostos e permite que eles permaneçam na terceira dimensão, tudo isso faz dele algo muito valioso.

Alguém que produz muito ectoplasma e está na mesma faixa de vibração que os obsessores são como um pote de mel. Algumas vezes o próprio obsessor protege a pessoa, porque ela é uma fonte tão grande de chi, que ele não deixa nenhum outro encosto chegar perto. Obviamente que o preço disso é alto, o obsessor toma conta da vida da pessoa e fica constantemente roubando a energia dela.

Mas também há o outro lado, quando produzimos muito ectoplasma, elevamos nossa vibração, fazemos um trabalho interno e utilizamos positivamente esse ectoplasma, seja em um Centro Espírita, na Umbanda, o que for, mas a serviço do bem. Assim estamos em uma faixa de onda alta e pegamos a estação dos seres de luz.

Os seres que estão em uma frequência positiva, também usam o ectoplasma, mas com a permissão do médium e sempre no sentido de ajudar outras pessoas, não em benefício próprio. Vamos usar o exemplo do Espiritismo e de um médium que está em uma frequência boa e em seu trabalho mediúnico se dispõe a ser canal para um mentor que precisa passar um ensinamento para todos.

Para passar sua mensagem, o mentor precisa se conectar na terceira dimensão através do médium e ele utiliza o ectoplasma para se conectar nos chakras. Os chakras são pontos de ligações energéticas e funcionam como se fossem uma TV a cabo. Então, o mentor usa um cabo energético e se conecta no médium utilizando seu ectoplasma para densificar a energia dele.

Desse modo o mentor consegue utilizar a mente e o aparelho vocal do médium para transmitir a informação que precisa ou mesmo para irradiar a energia dele naquele ambiente. Mas aí entra um outro fator, o mentor só vai conseguir transmitir as informações que estão de acordo com o banco de dados do médium.

Ele não consegue anular o cérebro e as informações que o médium tem, porque a informação chega em um fluxo de energia e o cérebro funciona como um filtro antes que ela seja dirigida para o aparelho vocal. Então, os símbolos, os arquétipos, o que ele compreende, o nível de conhecimento dele, o nível de sabedoria, influenciam em como essa mensagem será transmitida.

Logo, quanto mais conhecimento o médium tem, quanto mais estuda o mundo e aumenta sua compreensão dele, quanto mais expandida for sua consciência, melhor será passado o fluxo de informação que vem desse mentor de alta consciência para as pessoas. Para ser um bom canal, o médium precisa trabalhar dois fatores, um é se manter em frequência alta e o outro é estudar e se auto aperfeiçoar sempre.

Manter a frequência alta porque ele é o açúcar da mosca, é desejado por vários seres, tanto positivos, quanto negativos, os dois querem usar esse ectoplasma, um para ajudar e o outro para prejudicar. Então ele é um alvo ambulante, obrigatoriamente tem que se manter em uma frequência alta, para poder participar do grupo que vai realizar ações positivas no planeta Terra.

Curso de expansão da consciência

E estudar e se auto aperfeiçoar porque um ser de alta expansão de consciência compreende muito do universo, coisas que nos parecem ficção científica. Quando ele se conecta em um médium que tem um nível de conhecimento muito básico da realidade, por mais que ele queira transmitir informações de alto padrão, não consegue, porque o cérebro do médium retraduz a informação para o que ele sabe.

A capacidade do ser que se comunica com o médium é equivalente à expansão de consciência que médium tem. Seres de altíssima consciência vão se conectar em médiuns de altíssima consciência, claro, proporcional ao que é possível na Terra. Muito dificilmente um ser de consciência muito elevada vai se conectar com um médium com a mente fechada, porque de qualquer maneira ele não vai conseguir transmitir sua mensagem.

O conceito de arquétipo aplicado à terapia holística, que já vimos, é importante porque é como os mentores agem, eles utilizam os arquétipos para transmitir sua mensagem. No lado da luz a questão é muito prática, como vamos ajudar? Então, se em uma comunidade se acredita em Caboclo, eles usam o arquétipo do Caboclo, se acreditam em espíritos de médicos, como por exemplo, Bezerra de Menezes, então usam esse símbolo.

O que importa é que estão ajudando. Um ponto importante de ressaltar é que no mundo espiritual não existe religião, os seres de luz utilizam todos os meios possíveis. O mesmo ser de luz, que vai na Umbanda como Preto Velho, vai no Centro Espírita como um mentor, vai na Igreja Católica e dá inspiração para o Padre em seu sermão, vai na Igreja Evangélica e faz o mesmo pelo Pastor.

Outra maneira de os seres de luz se conectarem a nós é em canalizações. Nela há a passagem de um fluxo maior de informações, a conexão geralmente ocorre pelo chakra laríngeo e não passa pelo filtro do cérebro, pois na canalização basicamente só o aparelho vocal do médium é utilizado. Ela é como um download de informações, o médium fala, fala, fala e às vezes nem sabe o que está falando, é simplesmente uma transmissão de informação.

Como terapeutas holísticos, devemos usar esse conhecimento abordado para, ao atender um cliente, trabalhar com ele de modo similar ao que os mentores trabalham com a gente. Vamos entrar no mundo do cliente, verificar seus paradigmas, arquétipos e usar isso a seu favor. Se ele acredita em Jesus Cristo, então é Jesus Cristo que vai curá-lo, se acredita na Umbanda, então é o Caboclo Sete Flechas que vai curá-lo e assim por diante.

Não adianta ir contra o arquétipo do cliente, só vamos ajudá-lo quando utilizarmos os símbolos que ele já se identifica e através deles mostrar pontos de vista mais expandidos da realidade. Espero que tenha ficado claro que a mediunidade não é mística ou sobrenatural, e sim, física e energética, assim como todas as manifestações que chamamos de espirituais.

Bibliografia recomendada:
Copyright do texto © 2021 Tibério Z

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas.

ISBN nº 978-65-00-23711-5

Quer receber conteúdos exclusivos?

Preencha seu e-mail abaixo e receba artigos, e-books, datas de lives, novos cursos e muito mais:

A felicidade existe?
A felicidade existe? A felicidade existe e está mais perto do que imaginamos, mas a ilusão da matéria, de poder, de ser melhor que o outro nos impende de conseguir vê-la.
o que é o amor
O que é o amor
O que é o amor é um conceito pouco compreendido pelo ser humano. O amor que conhecemos é o amor do Ego, mas, o Ego é incapaz de amar.
quem é Deus
Quem é Deus
Nesse artigo vamos refletir sobre quem é Deus e como nossos paradigmas sobre essa realidade podem atrapalhar completamente nossa vida.
O que é ser terapeuta holístico
Nesse artigo vamos refletir sobre o que é ser terapeuta holístico e como ele pode ajudar as pessoas no seu equilíbrio físico, mental e espiritual.
larvas astrais e implantes energéticos
Larvas Astrais e Implantes energéticos
Larvais astrais são seres que se alimentam da energia densa em nosso corpo energético. Implantes energéticos são aparelhos implantados no nosso corpo energético para nos ajudar ou prejudicar.
Arquétipos
O que são arquétipos
A compressão dos arquétipos é fundamental para compreender as programações básicas que sua mente e sua vida estão alinhadas.

Quer receber conteúdos exclusivos?

Preencha seu e-mail abaixo e receba artigos, e-books, datas de lives, novos cursos e muito mais: